DesportoFC PortoNacionalNotícias

Mensagem comprometedora de Madureira mete Pinto da Costa ao barulho

O Correio da Manhã volta a revelar novas mensagens comprometedoras para Fernando Madureira, no âmbito do processo Operação Pretoriano.

De acordo com a mesma publicação, o telemóvel de Carlos ‘Jamaica’ Nunes, outro dos arguidos, sustenta as suspeitas do Ministério Público de que as cenas de violência que marcaram a Assembleia Geral Extraordinária do FC Porto foi premeditado.

“Quem manda no Porto é o rei [Pinto da Costa]“, escreveu Jamaica.

Fernando Madureira respondeu: “Nós somos os mosqueteiros“.

As mensagens revelam que Sandra Madureira admite o seu envolvimento nos atos de violência.

Outro suspeito também referiu: “Quem vier contra o presidente vem contra mim, vem contra os Super Dragões“. Ao que o líder da claque azul e branca respondeu: “Óbvio“.

Foram várias as mensagens trocadas nos dias que antecederam a assembleia, onde mostram que tudo foi planeado ao pormenor para calar apoiantes de André Villas-Boas.

“A assembleia vai ser quentinha“, atiram num grupo do Whatsapp.

Uma pessoa fez ainda alusão à morte de Igor Silva, adepto assassinado aquando dos festejos do título do FC Porto há dois anos.

“Logo vai fazer falta o teu mano, Marco Orelhas“, refere em mensagem para o líder dos Super Dragões.

O telemóvel de Tiago Aguiar, outro dos suspeitos, está carregado de mensagens comprometedoras para Fernando Madureira.

“O Macaco já foi pedir para os Super irem em peso“, dizia um dos suspeitos.

Recorde-se que Fernando Madureira está em prisão preventiva.

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button